Emanuel, Deus connosco

Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Que estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo.
Então José, seu marido, como era justo, e a não queria infamar, intentou deixá-la secretamente. E, projetando ele isto, eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber a Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo; E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados. Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, pelo profeta, que diz; Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco.
Mateus 1:18-23

Quando paramos para pensar no significado deste nome “Emanuel, Deus Connosco”, surpreendemo-nos com tudo o que está implícito. Na realidade todos os atributos, nomes e até mesmo a missão de Jesus, são reais porque Ele decidiu ser Deus Connosco.

Ele é Salvador, porque decidiu fazer-se homem, habitar entre nós e morrer na cruz para nos dar vida – Deus connosco (João 1:14; 3:16); Ele é a Luz do mundo, porque decidiu ser Deus entre nós, e ser luz no meio das trevas (João 3:19); Ele é o Cordeiro de Deus, porque decidiu vir, ser Deus entre nós, e tomar sobre si os nossos pecados (João 1:29), Ele é o Bom Pastor, porque veio, fez-se Deus connosco, e deu a Sua vida por nós (João 10:11).

Por Jesus ser “Emanuel” são-lhe atribuídos todos estes atributos. Deus connosco é a nossa redenção, a nossa restauração e a nossa autoridade para anunciarmos ao mundo: Emanuel, Deus é connosco!

Caminhar com Deus

Provérbios 3:6 diz que devemos reconhecer Deus, em todos os nossos caminhos e Ele endireitará as nossas veredas.

Como crentes, temos que ser conscientes da importância de estarmos prontos, não somente para ouvir Deus, mas para obedecer e render tudo a Ele. Devemos fazer isto em todas as circunstâncias, e quando o nosso caminho não está em sintonia com o do Senhor, devemos permitir que Ele nos leve de volta ao rumo certo.

Por outras palavras, deixar que Ele endireite as nossas veredas… tal como aconteceu com o profeta Jonas.