Amigos Certos

[Read the devotional «Right Friends» in English.]

Alguém disse que poderia saber o destino de uma pessoa pelos amigos que esta mantém. Também já ouvi dizer: «Mostra-me com quem andas e eu dir-te-ei quem és.» Os amigos são muito importantes na nossa vida. Quer queiramos admitir ou não, os nossos amigos influenciam-nos, tanto quanto nós os influenciamos. Paulo avisa a igreja de Corinto que as más companhias corrompem os bons costumes. A escolha de amigos errados pode ter um efeito negativo sobre as nossas vidas, assim como ter os amigos certos pode nos beneficiar. A amizade é uma escolha, por isso ao escolher bem os amigos, estarás a determinar o teu futuro.

Quando se trata de escolher os amigos certos, talvez o melhor seja descobrir o que é exatamente a amizade. A amizade é mais do que ter «amigos» na lista do Facebook. A amizade é um relacionamento que se desenvolve. As amizades são construídas, e passam por vários estágios de desenvolvimento. A primeira fase é a de «conhecido». Esta é a pessoa que encontras de vez em quando, seja no café, local de trabalho ou no teu bairro. Tu podes ou não saber o seu nome, mas quando encontras essa pessoa há um breve reconhecimento, mesmo que seja apenas um sorriso ou um aceno de cabeça.

A próxima etapa do desenvolvimento da amizade é quando há uma troca de confiança. Isto é, quando passam tempos juntos e trocam informações sobre a vida pessoal, como, por exemplo, onde trabalham, onde vivem, passatempos, etc. Podemos chamar a este nível «aliados ou amizade normal». Colegas de trabalho e vizinhos por norma encontram-se neste nível de amizade. Para passar ao próximo nível, a «amizade oficial», este relacionamento deve ser reconhecido perante os outros amigos e familiares. Nesta fase, as pessoas passam tempo juntas e partilham interesses comuns. A característica de um amigo oficial está na sua disposição de se sacrificar.

O nível «amigo próximo», ou «melhor amigo» está reservado para um relacionamento de intimidade. Com esta pessoa podes compartilhar tudo, sem ter medo de ser julgado ou exposto. É o nível de amizade que acrescenta valor à tua vida. Neste nível, ocorre uma vinculação ou ligação. Este é o lugar onde te sentes em casa, com esta pessoa. Não há cerimónias e não há necessidade de «quebrar o gelo» quando estão juntos. Uma amizade íntima é o mesmo que comunhão. É a partilha de uma vida em comum.

Para desenvolver uma estreita amizade com alguém, deve-se começar por partilhar uma vida espiritual em comum. O homem é espírito, ele tem uma alma e vive num corpo. Se uma pessoa não nascer de novo, ela não tem vida espiritual e está na escuridão. Como filhos de Deus, não podemos ter comunhão com as trevas. Tu até podes tentar ter, mas só te vais relacionar ao nível da alma e a amizade será carnal. A razão pela qual muitas amizades falham é porque as pessoas tentam alcançar intimidade na alma ou apenas a nível físico. A Bíblia adverte contra o «jugo desigual» com os incrédulos. Isto é ter uma amizade com alguém que não tem afinidade espiritual contigo. Não há futuro nessa relação e vai ter consequências negativas na tua vida espiritual. Escolhe bem os teus amigos. Sai com aqueles com quem te queres parecer. Anda em conformidade com aqueles a que chamas de “amigos”.

Escrituras Para Meditar:
I Coríntios 15:33; II Coríntios 6:14; I Tessalonisenses 5:21-23; Provérbios 23:20; 18.24; Amós 3:3

Publicado por

Pr. James Reimer

Pr. James Reimer

James Reimer nasceu em Fairbanks, Alaska, EUA. Apesar de ter sido criado num lar cristão, ele envolveu-se no tumulto da década de 60 e entrou na subcultura das drogas. Na véspera de 1971, em Starnberg, Alemanha, a sua vida mudou radicalmente ao ter um encontro com Jesus Cristo. Leia a biografia completa