As Tatuagens de Deus

A prática de tatuar o corpo tem sido frequente ao longo do tempo, mas parece que agora está mais na moda. O interessante, para mim, é a imagem ou a mensagem que alguém decide tatuar. Já vi tatuagens com o nome da namorada ou do namorado, a imagem de uma criança, uma bandeira ou o símbolo de um clube. Às vezes, apenas a palavra mamã, uma imagem gráfica, ou uma flor é gravada na pele. Seja qual for a escolha, ela permanece para a vida.

A tatuagem escolhida está sempre presente. Ela chama a atenção de quem a vê, e seja qual for o motivo da tatuagem, é um lembrete constante da tua intenção original. A minha esposa tem o hábito de escrever notas na sua mão. Ela faz isto para se lembrar de alguns compromissos importantes, ou algo que tenha para fazer. Eu acho que isso é como uma tatuagem temporária. As tatuagens têm a sua origem na mente e, em seguida, são colocados sobre a pele, de modo a permanecerem sempre visíveis e lembradas.

O Dr. Norman Vincent Peale, relata esta história no seu livro, The Power of the Factor Plus (O Poder do Fator Mais): Uma vez,  enquanto andava pelas pequenas ruas retorcidas de Kowloon, em Hong Kong, deparei-me com um estúdio de tatuagens. Na montra estavam exibidas imagens das tatuagens disponíveis. Sobre o peito ou braço podia-se tatuar uma âncora, uma bandeira, uma sereia, ou qualquer outra coisa. Mas o que me impressionou bastante foram três palavras que podiam ser tatuadas na pele, «Born to Lose» (nascido para perder). Espantado, entrei na loja e, apontando para essas palavras perguntei ao tatuador chinês: «Será que alguém realmente tem essa terrível frase, ´Nascido Para Perder`, tatuada no corpo?» Ele respondeu: «Sim, alguns.» Aquele chinês, simplesmente tocou na sua testa e num Inglês mal falado disse: «Antes da tatuagem no corpo, tatuagem na mente.»

Sabias que Deus também tem tatuagens? Em Isaías 49:16, Deus diz: «Eis que te gravei nas palmas das minhas mãos […]» Esta declaração responde à descrença do povo, em relação ao cuidado de Deus para com ele. O povo achava que Deus o havia abandonado. Deus estava espantado com a sua incredulidade, pois Ele tinha tatuado não apenas o seu nome, mas tinha gravado ele, todo ele na sua mão. O seu ponto fraco, as suas dúvidas, o seu passado, presente e futuro, a sua esperança, o seu desejo, e a plenitude de quem ele era… Tudo foi gravado nas Suas mãos.

A tatuagem de Deus diz: «Eu nunca te deixarei nem te desampararei», «Eu não esqueço nada», «Tudo acerca de ti está gravado em mim», «Eu não me lembro somente do teu nome, mas eu estou sempre ciente de ti», «tu estás sempre diante de mim.» Todo aquele que conhece a Deus e olha para Ele também te vê. O povo de Deus é a menina dos seus olhos. Como Isaías diz, é mais provável que uma mãe se esqueça do filho que cria, do que Deus esquecer-se de ti.

Podemos estar seguros deste facto: assim como Cristo está em nós, nós estamos em Cristo.

Escrituras Para Meditar:
Isaías 49:16; II Coríntios 3:3; Hebreus 13:5; Salmo 94:14; Colossenses 3:1-4

Publicado por

Pr. James Reimer

Pr. James Reimer

James Reimer nasceu em Fairbanks, Alaska, EUA. Apesar de ter sido criado num lar cristão, ele envolveu-se no tumulto da década de 60 e entrou na subcultura das drogas. Na véspera de 1971, em Starnberg, Alemanha, a sua vida mudou radicalmente ao ter um encontro com Jesus Cristo. Leia a biografia completa