O nosso Deus Omnipotente

[Read the devotional «Our Omnipotent God» in English.]

Por norma, não há um entendimento acerca de Deus, sem se reconhecer a Sua omnipotência. Omnipotência, significa Todo-Poderoso. Deus não é somente o Criador de toda a realidade física e espiritual, mas Ele é o sustentador dela. Ele, não somente coloca a criação em movimento, mas também mantém a sua ordem, substância e vida. Sem Deus tudo deixa de existir.

Paulo escreveu aos Colossenses, explicando o poder de Deus desta forma: “…n`Ele todas as coisas subsistem,” (Colossenses 1:17). Aqueles que negam a existência de Deus, mantêm um ponto de vista materialista. A realidade física, para eles, é vista como auto existente e a vida, na sua variada complexidade, é o resultado de uma seleção aleatória, tal como é ensinado na teoria da evolução.

Numa tentativa de provar a validez desta seleção aleatória, como a razão por trás da origem da vida, uma das principais universidades nos EUA universidade fez uma experiência na qual colocou alguns computadores numa jaula com chimpanzés e permitiu-lhes que escrevessem à sua vontade. Após um mês, depois de terem usado o teclado aleatoriamente, os cientistas avaliaram o que tinha sido escrito. Em todo aquele material não houve uma única palavra de uma letra só, que tivesse sido separada por um espaço antes ou depois de uma palavra, (tal como “E”).

Porque as probabilidades de isto acontecer são de 1 para 27,000. Imagine a possibilidade de chegar-se aleatoriamente a um soneto de Shakespeare. É matematicamente impossível. Foi pelo poder de Deus que tudo veio à existência, e há inteligência, destino e propósito em tudo o que Ele faz. Quando o homem rejeita Deus, o próximo passo lógico, é “abraçar” o poder humano. Por si próprio, o homem é frágil e incapaz de enfrentar os desafios da vida sozinho e, por isso, junta-se a outros para obter uma expressão, força e poder coletivo.

A evidência do poder humano é expressa através do governo. Hegel salientou isto ao dizer: “Governo é deus na terra.” Esta filosofia influenciou Lenine e Hitler, daí as suas tentativas de conquistarem o mundo pelo poder militar e ideológico. Sendo Omnipotente, Deus, como Rei dos reis, senta-se no Seu trono e ri-se das tentativas que o homem faz para se tornar todo-poderoso. Com uma só palavra, a língua do homem fica confusa, os seus planos são frustrados e o que constrói é destruído. Gananciosamente, o homem busca poder. Ele deseja estar em controlo, mas tem pouco sucesso.

O poder absoluto ao alcance do homem só pode corrompê-lo. Através da submissão ao Senhor nosso Deus, é-nos dado poder. Este é o poder para resistir à tentação, para curar os enfermos, para expulsar demónios, para pregar com ousadia, e até mesmo para ressuscitar os mortos. À medida que reconhecemos a Sua autoridade sobre todas as coisas e o Seu poder absoluto, nós podemos governar e reinar com Ele.

Porquê procurar poder, quando temos o Deus Todo-Poderoso connosco?

Escrituras Para Meditar
Mateus 28:18-19; Salmo 2:1-6; Romanos 1:25; Daniel 4:34-37; Efésios 2:6

Publicado por

Pr. James Reimer

Pr. James Reimer

James Reimer nasceu em Fairbanks, Alaska, EUA. Apesar de ter sido criado num lar cristão, ele envolveu-se no tumulto da década de 60 e entrou na subcultura das drogas. Na véspera de 1971, em Starnberg, Alemanha, a sua vida mudou radicalmente ao ter um encontro com Jesus Cristo. Leia a biografia completa