Pede a Deus

[Read the devotional «Ask God» in English.]

Para muitas pessoas, orar é pedir coisas a Deus. É como ir às compras. Nós temos a nossa lista das coisas que queremos ter ou fazer e por isso, oramos para que Deus encha o nosso carrinho de compras. É claro que Deus quer que oremos por aquilo que precisamos, pois Ele mesmo diz: “Não tendes, porque não pedis” (Tiago 4:2).A súplica tem a ver com pedir e receber da Fonte, todas as coisas boas vêm de cima. Nós pedimos, e pedimos, e pedimos ao Pai, em nome de Jesus Cristo, Seu Filho, por todos os nossos desejos e necessidades.

Aprendemos tudo sobre como pedir com fé, como confessar a Palavra, tentando encontrar apenas a fórmula certa para encher o nosso carrinho de compras, mas a frustração ocorre quando nós não recebemos.No versículo seguinte, (v.3), Tiago continua a dizer: “Pedis, e não recebeis, porque pedis mal…” Talvez haja algo errado na nossa lista de compras. É tão fácil supor que o que queremos é o que Deus quer.

Lembro-me que uma vez uma senhora na nossa igreja pediu-me: “Pastor, ore comigo para que Deus me dê um carro.” Eu disse: “Mas, Mary, tu nem tens carta de condução e já tens 70 anos. “Sem hesitar, ela disse:” Sim, pastor, mas o que eu preciso é de um carro com um motorista”. Ela queria muito ir à igreja, mas andar de transportes públicos era difícil para ela. Deus não respondeu à oração como ela pensou, mas providenciou pessoas que lhe deram boleia para ir a igreja.

Eu acredito que o melhor é pedir a Deus por direção e visão sobre a Sua vontade, antes de pedir-Lhe o que queremos ou mesmo antes de tomarmos decisões sobre a nossa vida. Muitas vezes tomamos as decisões, usando o nosso melhor juízo e, em seguida, pedimos a Deus que abençoe os nossos planos. Sentir paz sobre algo não é o melhor indicador de que é a vontade de Deus. A Sua Palavra é “Lâmpada para os meus pés e luz para o meu caminho.” (Salmos 119:105).

Deus fala através da Sua Palavra. Pergunta a ti mesmo: “Isto está em alinhamento com a Palavra de Deus?” Quando estás certo disto, escuta o Seu Espírito no teu espírito, (que te vai trazer paz), procura o conselho de mentores piedosos e, finalmente, olha para as circunstâncias, para verificar que tudo se alinha. Isto, vai-te dar uma compreensão clara se é a vontade de Deus ou não. Quando não temos essa certeza, os resultados serão poucos por muito que peças (ores).

Após a batalha de Jericó e Ai, a cidade vizinha de Gibeão enviou emissários a Josué para estabelecer uma aliança de paz. Eles ficaram aterrorizados com a perspectiva de serem aniquilados e assim esses homens vestidos com roupas desgastadas, fingiram ter vindo de uma terra distante. Acreditando que eles não eram da terra que Deus tinha dado a Israel, Josué foi em frente e selou a aliança. Só mais tarde eles perceberam que os gibeonitas os tinham enganado e seriam o próximo povo a ser conquistado.

A razão pela qual ele caiu nessa armadilha é porque ele não pediu o conselho de Deus.Josué pagou caro por não perguntar a Deus antes de fazer uma aliança com os gibeonitas. Abraão também pagou caro por não perguntar a Deus se devia ter um filho com Agar, serva da sua esposa. A tristeza para as futuras gerações poderia ter sido evitada se eles tivessem apenas orado a Deus em primeiro lugar. Paulo disse a Timóteo que antes de tudo ele deveria orar a Deus, (I Timóteo 2:1).

Ao obedeceres a esta Escritura irás evitar muitas frustrações e ciladas do inimigo.

Escrituras Para Meditar
Mateus 7:7-10; Josué 9:12; Tiago 4:2-3; I João 5:14

Publicado por

Pr. James Reimer

Pr. James Reimer

James Reimer nasceu em Fairbanks, Alaska, EUA. Apesar de ter sido criado num lar cristão, ele envolveu-se no tumulto da década de 60 e entrou na subcultura das drogas. Na véspera de 1971, em Starnberg, Alemanha, a sua vida mudou radicalmente ao ter um encontro com Jesus Cristo. Leia a biografia completa