Um toque determina a nossa identidade

As palavras  que são ditas por um pai a um filho são as mais impactantes na formação da identidade do filho. As sementes de rejeição ou afirmação são semeadas na vida da criança mesmo quando a criança está no ventre da sua mãe.

No inicio do ministério de Jesus, o Filho de Deus, o Seu Pai abriu os céus e falou palavras audíveis que serviram de afirmação para Jesus e de testemunho para as pessoas que estavam à Sua volta.

Esta semana vamos analisar estas afirmações que Deus Pai disse sobre o Seu Filho Jesus, e o resultado que essas sementes tiveram na formação da Sua identidade e consequentemente no Seu ministério.

 E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre ele. 17 E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.
Mateus 3:16-17

Nestes versículos vemos que o Pai declarou que Jesus era o Seu Filho amado. Mesmo tendo nascido de uma mulher, Ele  tinha  a identidade do Seu Pai celestial. A expressão  “me comprazo”, significa que a Sua alegria e prazer já estava completa e não era necessário fazer mais nada para agradar o Pai ou para ser aceite por Ele.