Vasos de barro

 Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, o Senhor; e nós mesmos somos vossos servos por amor de Jesus. Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo. Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós. — 2 Coríntios 4:5-7

Quando temos um encontro com Cristo, a luz de Deus enche a nossa vida, somos vasos de barro com um precioso tesouro: a vida de Jesus. Tal como aconteceu com o apóstolo Paulo, na estrada de Damasco (Atos 9), este encontro não é obra do acaso…

Ao encontrar-se connosco, Deus:
— Chama-nos: o Rumo da nossa vida é mudado. Deus dá-nos um propósito de vida que tem como objectivo, glorificarmos o seu nome;
— Sela-nos: Temos uma nova identidade. Ele conhece os que são Seus, somos marcados com a Sua vida e com o Seu Espírito (II Timóteo 2:19; Efésios 1:3);
— Capacita-nos: Somos capacitados para anunciar e proclamar o Reino de Deus.

Somos a voz profética na terra. Tal como Ananias, devemos escolher servi-lo,. Devemos dizer: «eis-me aqui…» e estar prontos para ouvir a voz de Deus, obedecer e deixar que Deus nos use. Em tudo isto, não procuramos honra pessoal, mas escolhemos honrar Deus!