A Nossa História

Por James Reimer, Pastor Principal

A família Reimer, na chegada a Portugal (1983)

Pr. James Reimer

Pr. James Reimer, Conferência Ibérica G12 — 2009
© G12photos

No início do ano de 1987, um grupo de irmãos na Fé, propôs-me iniciar uma Igreja em Lisboa. A primeira resposta foi não. Não porque não soubesse como plantar igrejas, visto já ter plantado três nos Estados Unidos da América e ajudado a começar uma em Portugal, mas mais pela razão de não me sentir qualificado como estrangeiro, para liderar uma igreja portuguesa.

Eu sabia que não poderia agir baseado em desejos de pessoas, mas sim na Palavra do Senhor. As pessoas vão e vêm, mas a Palavra de Deus permanece para sempre. No entanto, a persistência do grupo, o qual eu vim a conhecer, através das reuniões dos Homens de Negócios do Evangelho Pleno, prevaleceu.

Começamos a ter “reuniões experimentais” no escritório de um dos membros. A minha única condição para avançar com este grupo, foi a de investirem no convite a descrentes e não a pessoas de outras igrejas. Para minha surpresa, desde esse início informal houve resultados surpreendentes. Pessoas aceitaram Jesus e milagres de cura aconteceram. Eu estava emocionado, mas também preocupado, conhecendo a responsabilidade que requer construir uma igreja e não tendo ainda uma directriz clara da parte de Deus.

Prs. James e Helen Reimer, na doce presença de Deus.

Então em Agosto de 1987, eu levei a minha família para a Alemanha, a fim de assistirmos à Conferência Euro Fire, visitar uns amigos e buscar o Senhor. Foi durante esta viagem que Deus nos lembrou de três palavras interligadas, que Ele nos tinha dado, antes de deixarmos os E.U.A.: Intercessão, Ensino e Igreja-modelo.

Eu sentia-me sem qualidades para liderar uma igreja noutra língua e cultura, mas mesmo assim, estava na Sua agenda que nós o fizéssemos. Durante esta viagem várias palavras proféticas chegaram até nós, confirmando esta direcção.

Eu vi que o carácter da nossa missão é o amor.

De volta a Portugal, eu comecei a estabelecer a estratégia, a clarificar a visão para esta nova igreja, que se chamaria Logos Comunhão Cristã. Eu vi que o carácter da nossa missão é o amor. Este é sem dúvida o maior mandamento e, portanto, um aspecto essencial da nossa visão.

Com este formato, iniciámos a 11 de Outubro do mesmo ano, a primeira reunião oficial da Logos Comunhão Cristã, no Hotel Roma. Tendo começado num Hotel, estávamos sujeitos a instabilidade, pois de tempos a tempos, tínhamos de mudar de Hotel. A localização mais estável foi no cinema A. C. Santos, em Alvalade. Mudámo-nos para lá em 1988, tendo ficado aproximadamente um ano e meio. Aprendemos a importância de guerra espiritual, ao termos de compartilhar as instalações com um cinema.

Logos Comunhão Cristã em Sete Rios (c. 1990)

Mudámo-nos para Sete Rios em 1990. Aqueles anos de mudando de um lado para outro e buscando a Deus, ajudaram a criar um povo livre de uma mentalidade tradicional. Cada mudança trouxe um novo desafio e, a nossa fé pareceu ser esticada até ao limite.

Em Sete Rios a Igreja cresceu substancialmente, assim como os nossos compromissos financeiros.

No 8º aniversário houve uma Palavra Profética, de que nós éramos como um porto de abrigo o qual recolhia e abastecia os navios, enviando-os posteriormente. Ao regressarem seriam novamente reabastecidos para outras jornadas. Temos enfrentado dificuldades, mas sempre vencidas. A nossa visão é amar a Deus, a igreja e o Mundo.

Pr. James Reimer em missão na Ucrânia (1994)

Quinze anos depois mudámos para outra Rua em Sete Rios, onde enfrentámos um novo desafio. A Igreja é mais do que uma determinada localização, ainda que comummente seja identificada como um edifício. A verdadeira Igreja é o Povo que Deus tem ligado nestes anos. Criou uma família, a partir daqueles que Ele juntou. Crescemos em número, e acima de tudo em maturidade. Providenciámos estabilidade para as pessoas, assim como recursos para outros trabalhos. Várias igrejas foram ajudadas e estabelecidas a partir desta base, não só em Portugal, como em África e Países do Leste.

Desde o início, a Igreja tem sido chamada para a Cidade, a Nação e o Mundo. Muitos estrangeiros têm passado por nós, para serem discipulados e posteriormente enviados para as nações.

Presentemente funcionamos como Igreja em Células. Por esse meio conseguimos ganhar, consolidar e discipular a nossa cidade e enviar o seu ministério e para o mundo, pessoas instruídas e equipadas no Evangelho completo.

Pr. James Reimer, na Convenção Ibérica (2004)

Esta tem sido a nossa experiência. Deus tem levantado fontes criativas, que têm servido para restaurar verdades perdidas à igreja, tais como: Teatro, Dança e Adoração. Com a ajuda de Deus assim esperamos continuar, atentos e disponíveis a mudanças, sempre que essa seja a Sua vontade.