O poder do amor

Para buscarmos mais da presença de Deus e para chegarmos a lugares mais profundos no Seu Rio, temos que entender quem Ele é o como  chegar à Sua presença.

Uma  das palavras que define a identidade de Deus é  Amor.  I João 4:8, diz isso mesmo: «Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.»

Ao sabermos que Deus é Amor, entendemos como aprofundar o nosso relacionamento com Ele. Se queremos aprofundar o nosso relacionamento com Deus temos que ter e exibir mais amor nas nossas vidas.

Uma forma de demonstrarmos o nosso amor para com Deus é pela obediência à Sua Palavra, e pela vontade de concretizarmos os Seus desejos. Neste amor não vivemos para os nossos desejos e para os nossos planos, mas vivemos para os Seus desejos e segundo a Sua agenda. Neste amor e na Sua presença, não há medo, mesmo quando não temos o controle das nossas vidas, porque temos  plena confiança na Sua identidade e na personificação do Seu amor.

Esta confiança inabalável, que se encontra neste relacionamento de amor com Deus, é  FÉ. Através da Fé brota este Amor, que nos aproxima de Deus e faz-nos mergulhar nas águas profundas do Seu Rio.

Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada. Quem não me ama não guarda as minhas palavras.
João 14:23-24

Ora, sem fé é impossível agradar-lhe, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que é galardoador dos que o buscam.
Hebreus 11:6

A nossa busca

Acredito que muitos, se não todos nós, desejam mais de Deus de forma profunda e sincera. Sendo assim, a pergunta que faço a mim próprio é: Porque é que não recebemos essa profundidade na Sua presença e não aprofundamos a intimidade do nosso  relacionamento com o Espírito Santo?

Ao procurar mais de Deus, tenho visto que quando busco-O de acordo com os desejos do meu coração, estou a buscar da forma errada, para  meu  proveito e conforto. Ao ler o pequeno livro de Judas, encontro uma tremenda revelação sobre a forma como buscamos ao Senhor e sobre a forma como Ele deseja que O busquemos.

Os desejos do coração

Por vezes somos como crianças (filhos), pedimos com tanta insistência algo ao nosso Pai, mas Ele sabe que não é o melhor para a nossa vida. Queremos tanto o que pedimos que deixamos de confiar na Sua sabedoria. Ao insistirmos, Ele acaba por nos dar o desejo do nosso coração, para que aprendamos com a nossa teimosia. Depois de receber o que tanto desejamos vemos que realmente não é assim tão bom e ficamos com um sabor amargo na nossa boca.

Ouso afirmar que muitas das dificuldades pelas quais passamos é por não entregarmos os nossos desejos e recebermos os Seus desejos. Quanto mais nos aprofundarmos na Sua presença mais temos que largar os nossos desejos e segurança.

Mais de Deus, requer mais entrega da nossa vida. Quanto mais damos de nós a Deus, mais recebemos de Deus.

Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber.
Atos 20:35

Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, também vos dê pão para comer, e multiplique a vossa sementeira, e aumente os frutos da vossa justiça; Para que em tudo enriqueçais para toda a beneficência, a qual faz que por nós se dêem graças a Deus.
2 Coríntios 9:10,11