Motivados pela alegria

Gravado no 30.º Aniversário da LOGOS (veja todas as sessões)

«Também o reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido num campo, que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem, e compra aquele campo.»
Mateus 13:44

SOBRE OS PASTORES CLIVE E SALLY HARDING
Clive e Sally Harding, são casados há 36 anos, têm 3 filhos e quatro netos. Neste momento são pastores principais na Igreja Harvest, em Newcastle, Inglaterra. A motivação deles é treinar e edificar líderes. Gostam de ensinar, em especial, sobre duas áreas: Vida Familiar e Competências de Comunicação.

Quando vem a batalha, celebra!

Qual é a nossa reação perante a oposição? Será que ficamos inseguros ou será que ficamos enraivecidos?

Durante a tribulação o nosso carácter é exposto e trabalhado. Perante uma batalha, por norma, há duas hipóteses: lutar ou fugir. Mas será que há outra opção?

A vida de Jeosafá ensina que há outro caminho, o caminho da celebração. Perante os exércitos que vieram contra Judá, Deus guiou o Seu povo para uma festa de louvor, uma celebração. O Rei Jeosafá colocou cantores diante do exercito e quando a festa de louvor começou, o Rei dos reis, o Senhor dos exércitos lutou a batalha por Jeosafá. Que lição tremenda, sobre o poder da celebração! Quando focamos a nossa atenção na bondade de Deus e na Sua grandeza, Ele luta por nós!

E, pela manhã cedo, se levantaram e saíram ao deserto de Tecoa; e, saindo eles, pôs-se em pé Josafá e disse: Ouvi-me, ó Judá e vós, moradores de Jerusalém: Crede no Senhor, vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas e prosperareis.
E aconselhou-se com o povo e ordenou cantores para o Senhor, que louvassem a majestade santa, saindo diante dos armados e dizendo: Louvai o Senhor, porque a sua benignidade dura para sempre.
2 Crônicas 20:20-22

Se eu me calar, as pedras falarão

E, quando já chegava perto da descida do Monte das Oliveiras, toda a multidão dos discípulos, regozijando-se, começou a dar louvores a Deus em alta voz, por todas as maravilhas que tinham visto,
Dizendo: Bendito o Rei que vem em nome do Senhor; paz no céu, e glória nas alturas. E disseram-lhe de entre a multidão alguns dos fariseus: Mestre, repreende os teus discípulos. E, respondendo ele, disse-lhes: Digo-vos que, se estes se calarem, as próprias pedras clamarão.
Lucas 19:37-40