É melhor Serem Dois do que Um

[Read the devotional «Two are Better than One» in English.]

Em dias em que o individualismo parece ser promovido e tendo como objetivo ser-se autossuficiente, estabelecer relações de aliança, como o casamento ou no Corpo de Cristo, é considerado algo opcional e sem importância. Esta visão humanista do mundo criou uma sociedade de famílias disfuncionais, igrejas divididas e indivíduos solitários. Quando Deus criou o homem, Ele viu que não era bom que o homem estivesse só, por isso criou-lhe uma ajudadora. Estes dois tornaram-se um e estabeleceram um relacionamento de aliança, espelhando assim a unidade da trindade e o propósito da sua criação.

Em toda a Bíblia vemos Deus unir pessoas para cumprir os Seus propósitos. O Senhor juntou Aarão e Moisés para libertar o Seu povo da escravidão. Jesus enviou os seus discípulos dois a dois para evangelizarem as aldeias da Galileia. O Espírito Santo enviou Paulo e Barnabé para abrirem a porta do Evangelho aos gentios. Os apóstolos saíram dois a dois, em obediência à Grande Comissão do Senhor. No livro de Apocalipse vemos duas testemunhas como vozes proféticas, em Jerusalém, nos dias finais. Continuamente vemos esse padrão nas Escrituras que é melhor serem dois do que um.

O Rei Salomão explica de forma profunda porque este princípio é tão importante. Em Eclesiastes 4, vemos quatro razões pelas quais é melhor serem dois do que um. A primeira razão é encontrada no versículo 9. Aqui Salomão diz que há melhor recompensa (melhor paga), ou lucro. Há aumento da produtividade do seu trabalho. Quando dois trabalham juntos para atingir os mesmos objetivos, os seus lucros são multiplicados. A segunda razão, (v. 10), é que dois ajudam-se um ao outro. Quando um cai, o outro está lá para estender a mão e levantá-lo. No versículo 11, vemos que é melhor serem dois do que um porque se aquecem. Quando em condições adversas, não têm de as suportar sozinhos. Há alguém ao lado para dar conforto e encorajamento. A última razão é encontrada no versículo 12, dois fornecem proteção. Estares só torna-te vulnerável aos ataques dos inimigos, mas com dois há vitória.

Se olhares para o exemplo de Jónatas e do seu escudeiro, em I Samuel, capítulo 14, verás alguns benefícios interessantes em serem dois em vez de um. Estes dois jovens olharam para além da sua própria segurança, para o bem-estar da sua nação. Eles compartilharam um coração e uma visão comum. A sua unidade criou condições onde Deus pôde enviar a Sua bênção e dar vitória sobre as tropas dos filisteus. Vendo a sua unidade e bravura, outros tiveram coragem e entraram na batalha. A vitória foi multiplicada, porque estes dois juntaram-se para fazer a vontade do Senhor. Até mesmo os medrosos e os incrédulos foram incentivados e os seus corações foram mudados.

Jónatas teve o seu escudeiro, Moisés teve Josué, Naomi teve Rute e Paulo teve Timóteo. Quem é que tu tens? Deus faz o solitário habitar em família, porque Ele sabe que é melhor serem dois do que um.

Escrituras Para Meditar:
Ec. 4:9-12; I Samuel 14:1-23; Salmo 68:6; 133; Dt. 32:30

Publicado por

Pr. James Reimer

Pr. James Reimer

James Reimer nasceu em Fairbanks, Alaska, EUA. Apesar de ter sido criado num lar cristão, ele envolveu-se no tumulto da década de 60 e entrou na subcultura das drogas. Na véspera de 1971, em Starnberg, Alemanha, a sua vida mudou radicalmente ao ter um encontro com Jesus Cristo. Leia a biografia completa