Expectativas

[Read the devotional «Expectations» in English.]

Quantos de nós já fomos dececionados por pessoas que não cumpriram as expectativas que tínhamos sobre elas? Vejo as vossas mãos no ar. A minha também está. Uma expectativa é o ato de antecipar ou ansiar por algo. Pode ser tão simples como um telefonema, a visita de um amigo ou uma carta. Quando uma expectativa não é cumprida, a pessoa passa por uma sensação de perda e depressão. As tuas expectativas podem moldar a tua perceção da realidade, destruir relacionamentos e mudar a tua vida, emocionalmente e fisicamente. Precisas de ter muito cuidado com as expectativas que guardas dentro de ti, porque as erradas podem tornar a tua vida desnecessariamente difícil.

As maiorias das expectativas não são expressas. Elas apenas pairam sobre nós à medida que tentamos relacionar-nos com as pessoas. Aqui estão algumas delas: “As pessoas devem saber o que estou a tentar dizer.” “Todos devem gostar de mim.” “A vida deve ser justa.” “As pessoas devem concordar comigo.” As expectativas não refletem a realidade, mas criam uma ilusão do ideal. Quando há ilusão, então vem a desilusão. Para manter relacionamentos saudáveis, temos de reduzir as expectativas que temos em relação àqueles com quem desejamos relacionarmo-nos.

Stephen Hawking, o famoso físico teórico e cosmólogo, com a idade de 21 contraiu uma forma lenta e progressiva de esclerose lateral amiotrófica, vulgarmente conhecida como doença de Lou Gehrig. Embora ele tenha ficado confinado a uma cadeira de rodas e a única forma de comunicar seja através de um único músculo no rosto ligado a um dispositivo gerador de fala, ainda assim, tem-se destacado no campo da física quântica. É considerado uma das pessoas mais brilhantes, nos dias de hoje. Hawking disse isto sobre as expectativas: “As minhas expectativas foram reduzidas a zero quando eu tinha 21 anos. Tudo desde então tem sido um bônus.”

Quando o irmão de Marta, Lázaro, ficou doente, ela mandou chamar Jesus. Ela tinha visto Jesus curar muitos que estavam enfermos e ela esperava que Jesus fizesse o mesmo pelo seu irmão. Mas Jesus não veio quando ela esperava e Lázaro morreu. Ela ficou desapontada e desanimada. Quando finalmente Jesus chegou, (quatro dias depois da morte de Lázaro), o desapontamento de Marta para com Jesus foi exposto quando ela disse: “Se tu estivesses aqui, o meu irmão não teria morrido” (Jo 1:21). A sua expectativa em Jesus cegou-a e não conseguia ver em Jesus mais do que alguém que cura. Ela não conseguiu vê-Lo como a fonte da vida e da ressurreição.

Os dois discípulos que estavam no caminho de Emaús, depois da morte de Jesus, não O reconheceram quando Ele falou com eles, por causa das expectativas que tinham acerca do Messias. Eu não acredito que sejamos muito diferentes deles. A nossa perceção de que aquilo que sentimos deveria ter acontecido, cega-nos da essência de quem é Deus e do que Ele está a fazer.

Para nos mantermos livres dos elementos destrutivos das expectativas, é importante prestarmos atenção a estas orientações simples. Primeiro, não esperes que os outros sejam responsáveis pela tua felicidade. A alegria é um fruto do Espírito Santo na tua vida. O teu bem-estar emocional deve vir do teu relacionamento com Deus e não das pessoas ou coisas. Em segundo lugar, aborda cada relação como uma experiência de aprendizagem. Liberta os outros das tuas expectativas sobre eles. Cada pessoa é um mundo a descobrir.

Em seguida, comunica claramente os teus desejos e pontos de vista. Não esperes que os outros adivinhem ou saibam o que estás a pensar. Finalmente, faz e mantém acordos claros. Mesmo que as expectativas possam matar relacionamentos, a fidelidade e a honestidade vão construir amizades ao longo da vida. O perdão é o melhor remédio para os danos causados por expectativas não cumpridas. Sê o primeiro a perdoar e a pedir perdão.

Escrituras Para Meditar
João 11:17-27; Lucas 24:13-25; Provérbios 13:12; Salmo 37:1-7

Publicado por

Pr. James Reimer

Pr. James Reimer

James Reimer nasceu em Fairbanks, Alaska, EUA. Apesar de ter sido criado num lar cristão, ele envolveu-se no tumulto da década de 60 e entrou na subcultura das drogas. Na véspera de 1971, em Starnberg, Alemanha, a sua vida mudou radicalmente ao ter um encontro com Jesus Cristo. Leia a biografia completa