Crente Ateu

[Read the devotional «Believing Atheists» in English.]

Eu sei que quando falo sobre um crente ateu estou a ser um pouco sarcástico, mas quer queiramos ou não, esta contradição revela-nos a cultura em que vivemos. Um crente é uma pessoa que reconhece que Deus existe e que tudo foi criado por Ele, para Seu propósito e glória. Um ateu nega a existência de Deus e ajusta o seu estilo de vida de acordo com a sua cultura e interesses pessoais. Um crente ateu é, então, aquele que crê num Deus sábio e soberano que o criou a ele e a todas as coisas, e simultaneamente, considera que a sua cultura e interesses pessoais são mais importantes do que o que Deus revelou na Sua Palavra.

Um crente ateu separa a sua identidade como cristão das suas escolhas pessoais e estilo de vida. Deixe-me ser mais específico. Um crente pode ser um ateu na área sexual, quando ele acredita que Deus não tem nada a dizer sobre o seu comportamento e preferência sexual. Ele frequenta a igreja, escuta música de louvor no seu iPod ou telemóvel, sai com os seus amigos cristãos, mas ainda não têm autodisciplina no que diz respeito a ter intimidade sexual antes do casamento. Se um crente está disposto a comprometer as suas convicções, baseadas na Palavra de Deus, antes de casar, não vai ser um anel no dedo que o vai tornar mais disciplinado depois do casamento.

Um crente pode ser um ateu na área financeira, quando ele acredita que Deus é Senhor de tudo e mesmo assim mantém o controle sobre as suas finanças. Em vez de obedecer à Palavra de Deus em relação ao seu dinheiro, ele age como se as suas necessidades e desejos pessoais fossem mais importantes. Jesus abordou esta hipocrisia, dizendo: «Por que me chamais “Senhor, Senhor” e não fazeis o que eu vos digo?» (Lucas 6:46). Para seres um verdadeiro crente, não podes compartimentar a tua vida, colocando a tua fé em Deus numa pequena caixa «espiritual». Deus é Senhor de tudo!

No final da sua vida, Paulo avisou o jovem Timóteo sobre uma época em que as pessoas se iriam afastar da verdade e ajuntariam para si mestres segundo as suas próprias paixões. Estes são os crentes ateus que não suportam a sã doutrina. Eles têm uma fé «fabricada» na qual refletem a sua cultura em vez do caráter de Cristo. É hora de confrontaresta tendência em vez de colocar a cabeça na areia. O nosso comportamento como crentes reflete a nossa visão de Deus. É Ele Senhor de tudo?

Enquanto, muitos crentes estão a perder os seus princípios morais e a cair numa desassociação liberal das verdades bíblicas, é hora de agirmos não só graciosamente mas frontalmente. Foi o inimigo que perguntou a Eva: «É assim que Deus disse?» Quando engolirmos este isco da deceção ao questionarmos a sabedoria de Deus, é fácil descer uma etapa, «quando comerdes vossos olhos se abrirão» (Génesis 3:1-5). Isto é um ato de desobediência direta. Ser ateu e crente é uma contradição. Um cristão deve escolher: Deus é Senhor de tudo ou Senhor de nada.

Escrituras Para Meditar:
Colossenses 1:15-23; Lucas 6:46; Hebreus 11:6; II Timóteo 4:1-5; Provérbios 5:21; I Tessalonicenses 3:11-13

Publicado por

Pr. James Reimer

Pr. James Reimer

James Reimer nasceu em Fairbanks, Alaska, EUA. Apesar de ter sido criado num lar cristão, ele envolveu-se no tumulto da década de 60 e entrou na subcultura das drogas. Na véspera de 1971, em Starnberg, Alemanha, a sua vida mudou radicalmente ao ter um encontro com Jesus Cristo. Leia a biografia completa