Entrar no Santo dos Santos

O livro de Hebreus foi escrito para crentes judeus que viviam em Israel antes da destruição de Jerusalém em 70 d.C. Muitos dos que haviam crido em Jesus como seu Senhor e Messias estavam a vacilar na fé e alguns tinham voltado para a religião e tradições dos seus antepassados. O propósito de escrever esta carta foi mostrar como tudo no Antigo Testamento apontava para Cristo e mostrar que Ele é o cumprimento da Lei e dos Profetas. Porque os crentes hebreus estavam enraizados na sua cultura, pouca explicação foi dada à terminologia utilizada para explicar a supremacia de Cristo sobre a sua religião.

A Igreja no século XXI está completamente afastada das cerimónias e sacrifícios da religião judaica antes da diáspora, mas através deste maravilhoso livro, podemos ver como a mensagem do Evangelho foi tecida ao longo da história de Israel. O plano de Deus é trazer toda a humanidade caída a Si. Ele escolheu Israel como um vaso pelo qual esta mensagem pode chegar a todo o mundo. Deus firmou um pacto com Israel para revelar a Sua fidelidade. Ele deu-lhes a lei para lhes mostrar a Sua justiça. Ele exigiu sacrifícios de sangue para indicar como o pecado seria perdoado e as pessoas poderiam ser justificadas. O incenso foi usado na adoração, para mostrar como as orações subiam ao céu. O pão tornou-se um meio pelo qual se mostra que a comunhão é interior e deve ser a base do relacionamento íntimo com Deus. O lugar mais sagrado de todos, o Santo dos Santos, era a presença de Deus. O pecado não pode lá entrar e por isso foi colocado um véu para manter fora tudo o que era profano. Os sacerdotes eram os mediadores, que representavam Deus diante do homem e o homem diante de Deus. Apesar de ter sido um sistema complexo, tudo apontava para Cristo.

O livro de Hebreus explica como Jesus, nosso Sumo-sacerdote, derramou o Seu sangue pelo perdão dos nossos pecados e que através da fé n`Ele temos acesso à presença de Deus Todo-Poderoso. Antes, o homem foi afastado, mas agora ele é levado para perto; estava perdido e agora foi encontrado. O véu, que em Hebreus 10:20 é a carne de Jesus, foi rasgado, assim como o pão, seu corpo, foi quebrado, abrindo o caminho para renovar a comunhão com o Pai. Ele convida-nos a entrar com confiança. Jesus nos fez santos. Ele nos fez justos. É somente através da Sua obra. Não há outro caminho.

Como o escritor do livro de Hebreus disse aos judeus cristãos do primeiro século, assim Deus nos diz hoje: «Cheguemos-mos com verdadeiro coração […] retenhamos firme a confissão da nossa esperança […] e consideremo-nos uns aos outros para nos estimularmos à caridade e às boas obras […] não deixando a nossa congregação.» O Dia da Sua vinda está próximo, por isso não desistas. O justo viverá pela fé.

Escrituras Para Meditar:
Hebreus 9:22; 10:19-38; 12:1-2; Efésios 2:8.

Publicado por

Pr. James Reimer

Pr. James Reimer

James Reimer nasceu em Fairbanks, Alaska, EUA. Apesar de ter sido criado num lar cristão, ele envolveu-se no tumulto da década de 60 e entrou na subcultura das drogas. Na véspera de 1971, em Starnberg, Alemanha, a sua vida mudou radicalmente ao ter um encontro com Jesus Cristo. Leia a biografia completa