O Senhor nossa Bandeira

[Read the devotional «The Lord Our Banner» in English.]

O terceiro nome, composto, de Deus revelado nas Escrituras é YWHW-Nissi, “O Senhor a nossa Bandeira”, (Êxodo 17:15). Nós chegamos ao conhecimento de Deus por experiência, e nesta época da história, Israel conheceu Deus como o Deus que ajuda em tempos de conflito e batalha. Israel estava a dirigir-se para a Terra Prometida, a Norte do Sinai, quando os amalequitas se levantaram contra eles. Os amalequitas eram primos distantes dos israelitas, descendentes do neto de Esaú, Amaleque. Eles deviam ter ajudado Israel a atravessar o seu território para chegarem ao fim desejado, mas em vez disso, levantaram-se contra Israel.

Israel não era um povo guerreiro. Tinham sido escravos durante 400 anos, mas agora tinham que lutar. Moisés, Arão e Hur posicionaram-se num monte para observarem o campo de batalha, e Josué liderou o exército. Moisés, ao levantar a vara de Deus, Israel prevalecia, mas quando a baixava os amalequitas prevaleciam. Moisés sentou-se numa rocha (representa Jesus), e Arão e Hur sustentaram as suas mãos. Israel ganhou a batalha e Moisés construiu um altar ao Senhor e deu-lhe o nome de YHWH-Nissi, o Senhor é a nossa Bandeira.

Uma bandeira, ou estandarte, é usado nas batalhas como um ponto de encontro. Identifica quem tu és e por quem combates. Enquanto a bandeira está levantada transmite coragem e inspiração. Traz aos soldados um foco e direção. A vara que foi levantada estava a apontar para Deus. Isto lembrava aos homens, na batalha, que Yahweh estava com eles e que os ajudaria a alcançar a vitória. Também serviu como uma bandeira para os amalequitas. Eles estavam conscientes da derrota sofrida pelos egípcios na travessia do Mar Vermelho e sabiam que naquele momento estavam a lutar contra o povo escolhido por Yahweh.

Quando o Senhor é a nossa bandeira, então, as nossas batalhas são Suas. Os nossos inimigos são os Seus inimigos, e os Seus inimigos são os nossos. O Senhor guia-nos em vitória, porque a batalha pertence ao Senhor! Quando nós estamos preocupados, Ele não está. Quando nos sentimos oprimidos, Ele não se sente. Quando estamos desorientados ou ansiosos, Ele não está. A batalha é do Senhor! O rei Jeosofá conheceu Deus como Yahweh-Nissi, quando enfrentou o grande exército dos moabitas e amonitas, com os músicos e cantores a dirigirem o exército. Deus disse: “…não temais, nem vos assusteis, por causa desta grande multidão, pois a peleja não é vossa mas de Deus.”, (II Crónicas 20:15).

Nós podemos descansar na rocha, que é a nossa posição em Cristo Jesus, e olhar para cima. A vitória é nossa!

Escrituras para Meditar
Êxodo 17:8-16 ; II Crónicas. 20; Salmo 91; Efésios. 6:10-20

Publicado por

Pr. James Reimer

Pr. James Reimer

James Reimer nasceu em Fairbanks, Alaska, EUA. Apesar de ter sido criado num lar cristão, ele envolveu-se no tumulto da década de 60 e entrou na subcultura das drogas. Na véspera de 1971, em Starnberg, Alemanha, a sua vida mudou radicalmente ao ter um encontro com Jesus Cristo. Leia a biografia completa