Uma Bênção no Cacho

[Read the devotional «A Blessing in the Cluster» in English.]

Há uma frase que se realça nas páginas do livro de Isaías, ela fala do coração e do propósito de Deus para a humanidade. Pode ser encontrada no capítulo 65, versículo 8: “… Como quando se acha mosto num cacho de uvas, dizem: Não o desperdices, pois há bênção nele, assim farei por amor de meus servos, para que não os destrua a todos”.Consegues perceber a ilustração de Isaías, um cacho de uvas que está pendurado na videira?

É retirado um cacho e é lançado no lagar para fazer o delicioso vinho novo. A ênfase está no cacho, não nos bagos de uvas. As uvas não são arrancadas bago a bago, mas devem permanecer juntas, em cacho, para produzir o vinho novo. Vinho novo fala da unção do Espírito Santo. No dia de Pentecostes, após o derramar do Espírito Santo no Cenáculo, os discípulos foram para a rua e estavam a louvar a Deus num novo idioma que lhes foi dado pelo Espírito Santo. Aqueles que observaram esse fenómeno pensaram que eles tinham bebido “vinho novo”.

Pedro, levantou-se e disse à multidão que estava reunida que eles não estavam debaixo do efeito do álcool, mas cheios do Espírito Santo. No primeiro capítulo do livro de Atos, vemos 120 discípulos de Jesus juntos num lugar e em concordância. Quando eles estavam a orar e louvar ao Senhor, no lugar onde estavam reunidos, ouviram um som como o de vento impetuoso e línguas de fogo pousaram sobre a cabeça de cada um. Eles foram batizados com o Espírito Santo, como foi profetizado pelo profeta Joel.

As uvas estavam em cacho e a bênção do novo vinho foi experimentada por todos.A salvação é individual e requer fé na obra redentora de Jesus na cruz. Fazer parte do grupo certo não nos salva. A salvação é o resultado da nossa fé-resposta pessoal a Jesus. Mas, tendo recebido a Jesus como nosso Salvador e Senhor, Ele nos coloca em Seu Corpo. Esta é a expressão corporativa da Sua vontade para nós. O salmista escreve que Deus faz que o solitário viva em família, mas o rebelde habita em terra solitária e seca, (Salmos 68:6).

Deus tem um lugar especial para cada um de nós na Sua família. É no Seu Corpo, onde somos protegidos e cuidados, onde participamos dos seus dons, chamada e onde desenvolvemos relações de aliança que expressam a Sua natureza e amor. Ouça o que a Bíblia promete para aqueles que estão no cacho: “Pois onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles,” (Mateus 18:20); “… Se dois de vós concordarem na terra sobre qualquer coisa que pedirem, isso será feito por meu Pai que está nos céus,” (Mateus 18:19).

David escreve no Salmo 133 que na unidade do povo de Deus é o lugar onde Ele ordena a bênção. Jesus orou para que os seus discípulos fossem um como Ele e o Pai eram um. A revelação do amor do Pai, como revelada em Jesus Cristo, pelos perdidos, está dependente da unidade manifesta entre os crentes. Estar comprometido com o cacho, (igreja), não tem apenas benefícios pessoais, mas também garante o sucesso da missão que Deus deu à Sua Igreja. O autor da carta aos Hebreus adverte para não se abandonar a comunhão dos irmãos. Alguns haviam-se desviado do seu propósito e tinham-se isolado. O resultado foi desastroso para a sua fé.

Ao ficar no cacho tu és abençoado e tornas-te uma bênção para outros.

Escrituras Para Meditar
Isaías 65:8; Salmos 133; 68:6; Hebreus 10:25; João 17

Publicado por

Pr. James Reimer

Pr. James Reimer

James Reimer nasceu em Fairbanks, Alaska, EUA. Apesar de ter sido criado num lar cristão, ele envolveu-se no tumulto da década de 60 e entrou na subcultura das drogas. Na véspera de 1971, em Starnberg, Alemanha, a sua vida mudou radicalmente ao ter um encontro com Jesus Cristo. Leia a biografia completa