A Oração que Prevalece

[Read the devotional «Prevailing Prayer» in English.]

Já estiveste em uma loja ou um escritório onde tens que tirar uma senha e esperar a tua vez de ser atendido? Eu já, muitas vezes. Em certa altura, eu precisei de mudar o registo do meu carro e quando tirei a senha para ser atendido, descobri que tinha 30 pessoas à minha frente. Suspirei de frustração e sentei-me na sala de espera. A sala de espera é apenas isso, um lugar para esperar. Após cerca de 30 minutos, apenas duas pessoas tinham sido atendidas.

Pensei: “Isto vai demorar o dia todo.” Decidi ir tomar um café e passear um pouco. Após cerca de 40 minutos voltei para a sala de espera, apenas para descobrir que a minha vez já tinha passado. A minha impaciência levou-me a não fazer o que era necessário fazer. Orar em fé é a mesma coisa. Esta oração exige perseverança. Só porque tens uma palavra do Senhor não significa que ela se concretize automaticamente. Hebreus 6:12, diz que pela fé e pela paciência se herdam as promessas.

A fé e a paciência caminham lado a lado. A fé é declarar, ativamente, a promessa em oração e paciência é prevalecer em oração até que a resposta venha. Prevalecer em oração é simplesmente não desistir. No tempo do Rei Acabe, houve uma seca severa na terra de Israel. Três anos antes, Elias havia profetizado ao rei Acabe que não haveria chuva. A rainha Jezabel tinha poluído a terra com a adoração aos ídolos e perseguição àqueles que temiam ao Senhor.

Deus queria enviar chuva, mas primeiro, os sacerdotes pagãos de Baal tinham que ser destruídos e o povo precisava de se voltar para Deus. O profeta Elias chamou o rei e todo o povo para se reunirem no Monte Carmelo, onde desafiou os 450 profetas de Baal e os 400 profetas de Asera. A nação precisava de tomar a decisão de servir a Deus ou a Baal. Naquele dia, Deus mostrou o Seu poder e fez descer fogo do céu para consumir o altar que Elias tinha feito.

As pessoas arrependeram-se e os falsos profetas foram destruídos. Mas, ainda não chovia. Elias disse ao rei Acabe que se apressasse a ir para Samaria, porque a chuva estava a caminho, mas não se viam nuvens no céu. Esta declaração foi um ato de fé. O rei entrou no seu carro e desceu a montanha em direção a Samaria, assim, também, fez o povo, mas Elias ficou na montanha.

Deus tinha-lhe dado a promessa de chuva. Ele declarou a promessa de fé à nação, mas ele ainda precisava de prevalecer em oração até que chovesse. Lembra-te, não havia nuvens no céu. Elias orou. Depois de algum tempo, mandou o seu servo para ver se via nuvens a formarem-se sobre o mar. Ele não viu nada. Seis vezes ele enviou o seu servo, porém não haviam nuvens. Quando é que tu desistirias? Quanto tempo continuarias a orar sem qualquer resultado? Na sétima vez, o servo de Elias voltou e disse que viu uma pequena nuvem, do tamanho do punho de um homem, a formar-se sobre as águas.

Esta foi a resposta. Elias recolheu as suas coisas e começou a correr em direção a Samaria. A chuva estava a caminho.Jesus conta a história de uma viúva persistente que se apresentou diante de um juiz para obter justiça. Este juiz não tinha temor a Deus e não queria ajudar esta mulher, mas por causa da sua persistência, cedeu ao seu pedido. Jesus disse que, da mesma forma Deus Pai faz justiça àqueles que clamam a Ele dia e noite, (Lucas 18:1-8).

Durante 21 dias, Daniel orou e jejuou até que recebeu a resposta de Deus, assim como Jacó lutou com o anjo toda a noite até receber a bênção. Não pares tão cedo.
Prevalece em oração até que experimentes a promessa de Deus.

Escrituras Para Meditar
I Reis 18:41-46; Jeremias 33:3; Salmos 61:2; Hebreus 6:12; Lucas 18:1-8; Daniel 10:2-21

Publicado por

Pr. James Reimer

Pr. James Reimer

James Reimer nasceu em Fairbanks, Alaska, EUA. Apesar de ter sido criado num lar cristão, ele envolveu-se no tumulto da década de 60 e entrou na subcultura das drogas. Na véspera de 1971, em Starnberg, Alemanha, a sua vida mudou radicalmente ao ter um encontro com Jesus Cristo. Leia a biografia completa