Antes da Criação

[Read the devotional «Before Creation» in English.]

A Bíblia inicia com uma afirmação: “No Princípio…”. Esta afirmação dá início à história do mundo natural, tal como o conhecemos. Os céus e a terra são criados; mas no versículo 2, de Génesis capítulo 1, parece haver uma interrupção para outro cenário, um cenário de abismo, vazio e trevas. Antes da criação, Deus era, e Ele é luz.O que Deus cria é perfeito e reflecte a Sua natureza.

Então, algo deve ter acontecido entre o versículo 1 e 2. Durante anos este assunto tem sido tema de discussão entre os teólogos. Alguns falam duma raça pré-adâmica que deu origem aos demónios. Alguns dizem que se refere a era dos dinossauros, era do gelo (glacial) e destruição da vida. Eu acredito que este cenário é o resultado da queda de Satanás e dos seus anjos. Eles foram expulsos do céu para a terra e isto originou confusão, trevas e vazio à existência.

Se esta é a interpretação correcta do fenómeno, então a terra precisou de ser recriada. No versículo 3 nós vemos o primeiro acto de Deus na restauração dos céus e da terra para o Seu propósito divino. Deus disse: “Haja luz!”. Este foi o primeiro dia, ou fase, para colocar a terra em ordem. Este acto de separar a luz das trevas, não era a criação da luz natural, dada pelas estrelas, lua e sol, porque estes foram criados no quarto dia. Foi sim, uma separação espiritual, ou por outras palavras, santificação. As fronteiras para as trevas foram estabelecidas, para que a luz pudesse governar.

Eu vejo este padrão da criação a operar ainda hoje nas nossas vidas. Antes que surja uma nova criação, deve haver uma separação do pecado e da destruição causada por ele. Tal como o pecado de Satanás destruiu o plano original de Deus que precisou de ser recriado, também o pecado do homem destruiu o plano de Deus para o homem, e este teve que renascer. O primeiro passo para o novo nascimento é o arrependimento. Este é o “haja luz”, a separação das trevas. A luz e as trevas não se misturam. Elas são distintas e separadas. Sem arrependimento não há fé, e não há salvação.

A fé não é o resultado do reconhecimento mental da verdade, mas sim uma mudança de direcção e pensamento. Depois do arrependimento, Deus pode começar a criar todo o Seu “bom” nas nossas vidas. Tu tens que sair para entrar. Tens que ser capaz de largar, para agarrar. Tens que te afastar das trevas para entrares na luz, então podes experimentar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. É nesta altura que Deus diz: “É bom!”

Escrituras para Meditar
João 1:1; Romanos 12:1-2; II Coríntios. 5:17; Actos 2:38; 3:19; I Pedro 2:9

Publicado por

Pr. James Reimer

Pr. James Reimer

James Reimer nasceu em Fairbanks, Alaska, EUA. Apesar de ter sido criado num lar cristão, ele envolveu-se no tumulto da década de 60 e entrou na subcultura das drogas. Na véspera de 1971, em Starnberg, Alemanha, a sua vida mudou radicalmente ao ter um encontro com Jesus Cristo. Leia a biografia completa