Levanta-os

[Read the devotional «Lift Them Up» in English.]

Perto do final do século XVIII, James Wells contou uma história, no seu livro As Parábolas de Jesus, de uma menina que levava ao colo, um bebé grande. Vendo a sua dificuldade, uma pessoa perguntou se ela não estava cansada. Surpreendentemente, ela respondeu; «Não, ele não é pesado, ele é o meu irmão.» Esta frase tornou-se popular e foi utilizada por diferentes pessoas em diferentes períodos de tempo para incentivar a sua geração a sacrificar-se em prol de outros. Os Hollies, em 1969, e mais tarde, Neil Diamond, em 1970, gravaram uma balada musical com este título (No, he ain’t heavy, he’s my brother), que se tornou um hit mundial.

Muitas vezes, as pessoas precisam de ser levantadas. Elas ficam sob o peso de todos os encargos e pressões da vida. Podem sentir-se desencorajadas e até mesmo ficar feridas no seu esforço para ter sucesso. Nesta luta reconhecem a fragilidade da sua humanidade e os seus limites. As pessoas não têm asas, mas às vezes precisamos de alguém com as asas de encorajamento para levantá-las. O Senhor diz-nos, em Isaías 35:3, para fortalecer as mãos fracas, firmar os joelhos trementes, e dizer para o coração ansioso: «Seja forte; não temas!»

Os fuzileiros nos EUA têm um lema: «Não deixar ninguém para trás.» No decorrer de uma batalha, é inevitável que alguns fiquem feridos ou cansados. Quando isto acontece com um soldado, o exército não prossegue sem resgatar os feridos e levá-los para um sítio seguro. Ouvi um pregador, uma vez, dizer que a Igreja é o único exército que dispara sobre os seus feridos. Podemos rir disto, mas muitas vezes é o que acontece. Nós criticamos aqueles que estão abatidos e cansados​​, em vez de os levantar e suportar com oração e fé. Vamos ajudar a tornar o caminho reto e fácil, para que os coxos e fracos não tropecem ou caiam.

Quando Israel lutou contra os amalequitas, só prevaleceu quando Moisés ergueu as mãos. À medida que o dia passava, os seus braços cansaram-se. Mas, Arão e Hur colocaram uma pedra para que Moisés se sentasse e ficaram com ele para ajudá-lo a levantar as mãos. A batalha foi ganha, porque Arão e Hur levantaram o líder no momento da sua fraqueza. Quando levantares alguém, o Senhor estará lá para fazer o mesmo. O salmista diz: «O Senhor sustenta a todos os que caem e levanta a todos os abatidos.» (Salmos 145:14) Não procures ser só levantado, mas procura também levantar os outros. Ao fazeres isto, tu vais descobrir novas «asas» de encorajamento e renovação das tuas forças.

Precisamos também levantar os nossos irmãos no seu caráter. Deus tem novos níveis para que possamos alcançar. Por quê ser como os outros? Por quê estar preso na mediocridade, quando podemos ser excelentes? Às vezes a nossa visão fica embaçada e precisamos de alguém para levantar os nossos olhos, acima do natural, para novos horizontes e alturas espirituais. Há poder numa palavra de encorajamento. Há força em acreditar no melhor do nosso irmão e desejar-lhe sucesso. Vamos levantar-nos uns aos outros, acima da procura das riquezas deste mundo, para uma herança celestial… acima do natural para o espiritual.

Escrituras Para Meditar:
Salmo 145:14; Isaías 35.3; Hebreus 12:12-17; Eclesiastes 4:10;
Êxodo 17:11-12; Romanos 1:12

Publicado por

Pr. James Reimer

Pr. James Reimer

James Reimer nasceu em Fairbanks, Alaska, EUA. Apesar de ter sido criado num lar cristão, ele envolveu-se no tumulto da década de 60 e entrou na subcultura das drogas. Na véspera de 1971, em Starnberg, Alemanha, a sua vida mudou radicalmente ao ter um encontro com Jesus Cristo. Leia a biografia completa